Diretoria Regional de Anchieta discute alternativas para recuperar a economia

Com retomada da Samarco, industriais já começam a projetar ações para se tornarem fornecedores locais

Coordenada pelo vice-presidente institucional da Findes em Anchieta e região, Antonio Prando, a reunião do Conselho Regional foi realizada na sede da Diretoria nessa quinta-feira (16). Integrado por diferentes setores produtivos, o encontro teve como pauta os impactos causados pela paralisação da Samarco em toda a região sul do Estado e os desafios para uma possível retomada econômica local.

“Os números revelam os prejuízos impostos com a paralisação da Samarco – por exemplo, a redução do Produto Interno Bruto (PIB) capixaba em 4%. A cadeia produtiva local dependia muito da indústria que, sem funcionar, agravou os efeitos da crise na região. Só no município de Anchieta, de acordo com a DVF Consultoria, foram demitidos cerca de 6.700 empregados, nas áreas de indústria, comércio e serviços”, detalhou Prando.

Pela manhã, Antonio Prando recebeu a visita do diretor-presidente da Samarco, Roberto Carvalho, no Centro Integrado Sesi/Senai. “O diretor-presidente da companhia ficou encantado com nossos laboratórios e demonstrou interesse em fazer parcerias com as entidades Sesi e Senai”, disse.

Comemorando um ano da inauguração daquela unidade, Prando disponibilizou aos conselheiros e sindicatos patronais espaço para a qualificação de funcionários e aperfeiçoamento profissional em diferentes áreas abrangidas pela unidade de ensino. “O Centro Integrado é moderno e está preparado para receber a indústria na região. Tragam sugestões, divulguem nossos cursos, tragam demandas, o local é do setor produtivo, precisamos aproveitar mais e torná-lo mais eficaz”, defendeu.

Convidado a apresentar alguns dados sobre as expectativas de retorno da Samarco e provocar o setor produtivo, o consultor Durval Vieira de Freitas, da DVF Consultoria, apresentou aos industriais os principais desafios com uma possível retomada da indústria no último trimestre de 2017.

“Há um ano, foi assinado o Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), que tem como meta realizar 42 programas, divididos em socioambientais e socioeconômicos. Os programas atenderão 39 municípios atingidos, sendo 35 em Minas Gerais e quatro no Espírito Santo. Neste cenário de metas, que já estão sendo cumpridas, a Samarco deverá retornar às operações ainda neste ano, com 2/3 de sua capacidade instalada”, detalhou.

Ainda em sua apresentação, o consultor provocou o grupo de empresários. “É fundamental que o setor produtivo da região já formule ações para essa retomada. Façam grupos de trabalho e apresentem projetos para a Samarco. Outra sugestão que deixo a vocês é de se reinventarem e não ficarem somente na dependência da unidade industrial. É preciso inovar e diversificar a indústria local, para não ficarem reféns num momento como este que atravessamos”, recomendou Durval.

Na ocasião, o vice-presidente institucional concedeu posse ao novo diretor adjunto da Findes na região. O industrial Mauro Lúcio Peçanha de Almeida agradeceu ao dirigente e se colocou à disposição da entidade para colaborar com o desenvolvimento econômico e sustentável da região.

Jornalismo em primeiro lugar

Acompanhe as últimas notícias de política, economia, saúde, cultura e mais, em Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves de forma organizada e clara, com muitas fotos.

Redes Sociais

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On GooglePlusVisit Us On Youtube

Telefones - Jornal Folha da Cidade:
27 3361-4163 / 3114-0433